Qual é a distinção?

Muita controvérsia existe acerca da semelhança entre coaching e terapia.

Porque as duas profissões são baseadas em relações, e podem ser pessoais, ainda torna mais difícil estabelecer uma clara distinção entre cada uma delas. Uma possível resposta é:

as pessoas quando vão a um terapeuta querem encontrar a resposta para o “porquê” de qualquer coisa:

Porquê é que isto aconteceu?

Porquê é que eu me sinto desta forma?

Porquê é que não posso parar este tipo de comportamento? etc.

Coaching  é um processo que se centra em “o que” e “como”  obter da vida o que queremos!

O que é que eu quero para a minha vida?

O que é que eu posso fazer para melhorar o meu desempenho?

Como é que mudo de carreira profissional?

Como é que eu mudo as perceções dos outros acerca do meu estilo de liderança? etc.

Os coaches trabalham com pessoas cuja vontade é alterar conscientemente o que querem mudar! Não se trabalham questões de abuso, depressão, gestão de stress a caminhar para o descontrole, etc. Se um coach tiver um cliente nesta situação deve indicá-lo para um terapeuta ou outro profissional, como por exemplo, os programas de assistência a empregados ( EAP – bastante comum na America do Norte). Contudo  não são mutuamente exclusivos, é possível uma pessoa estar num processo de terapia assim como num de coaching simultâneo.  São duas formas de trabalhar, cada uma o seu valor intrínseco.

 

 

 

Aldina Costa – ACC  – Wellness and Life Coach

Coach @WeCareOn