A boa gestão de tempo é um dos principais fatores para o sucesso escolar. Quer esteja no secundário ou no ensino superior, à medida que as exigências aumentam, ninguém consegue ser bom constantemente e muito menos quando pressionado pelo tempo.

 

Deve manter-se ligado aos seus objetivos, pois ajudam a manter as suas prioridades ordenadas por tempo na sequência certa. Assim, reserve tempo para os estudos e organize todo o resto em função disso.

 

 

 

TESTE: Serei bom gestor de tempo?

 

  1. Costumo anotar as coisas?
  2. Tenho uma lista diária de “coisas para fazer”?exemplo de uma boa gestão de tempo na escola
  3. Planeio a semana seguinte?
  4. Sei o que tenho de importante no próximo mês?
  5. Acabo os trabalhos a tempo?
  6. Sei quanto tempo cada trabalho leva?
  7. Utilizo uma agenda para gerir o meu tempo?
  8. Considero os meus estudos como um emprego?
  9. Coloco os estudos à frente de qualquer atividade ou tempo de lazer?
  10. Planifico o meu tempo de estudo para os exames?

 

NOTA: quanto mais ‘sim’ obtiver melhores são as suas capacidades de gestão de tempo.

 

 

 

Quanto do seu tempo gasta?

É pouco provável que consiga melhorar o seu tempo de estudo se não tiver uma ideia de para onde vai o seu tempo. Comece por fazer uma estimativa de quanto tempo gasta nas atividades que se seguem, independentemente da semana:

 

  1. Dormir e comer;
  2. Higiene pessoal;
  3. Assuntos e tarefas pessoais;
  4. Exercício/ desporto;
  5. A ver televisão ou ao computador;
  6. A estudar e a ler;
  7. Conviver com os amigos;
  8. Passar tempo com a família;
  9. Aulas;
  10. Deslocações (casa, aulas, etc.).

 

O passo seguinte é ter a noção do tempo que despende em cada atividade. Avalie se há alguma diferença entre a sua estimativa e a realidade, assim, terá uma ideia dos ajustes a fazer e quais as atividades a reduzir ou a investir mais, por forma a atingir os seus objetivos.

 

 

Aproveite o seu tempo com sensatez

 

Antes de iniciar qualquer trabalho, faça uma avaliação aproximada de quanto tempo este lhe levará a fazer. Faça uma lista dos passos necessários à realização do trabalho. Inclua o tempo de pesquisa, de consulta bibliográfica e também com o seu professor. Faça uma estimativa de quanto tempo cada passo poderá durar, some o tempo de todos os passos e multiplique-o por dois!

 

Avalie bem qual é a altura do dia em que prefere estudar. Se gosta de acordar cedo, se lhe agrada assistir às aulas matinais e consegue o melhor de si até às três horas da tarde, é sem dúvida uma ‘cotovia’. Mas se se sente melhor pelo final do dia e gosta de estudar à noite e até muito tarde, então pode considerar-se um ‘mocho’. Assim, tira o melhor partido do seu tempo e da sua produtividade. Estude nos momentos em que a sua concentração e atenção estiverem no seu auge e as outras tarefas faça-as noutro horário.

 

Outro fator que favorecerá os bons resultados é conhecer o seu estilo cognitivo, o seu estilo de aprendizagem! Solicite esta avaliação na WeCareOn, faça a sua marcação aqui http://wecareon.com/profissional/liliana-pena/. Poderá ainda aprender a criar um plano de estudo adequado às suas necessidades: um plano semestral, um plano para exames ou um plano semanal.

 

 

gestão de tempo na universidade

Evite

O protelamento é um problema comum para os estudantes de um nível académico superior, com cerca de um terço deles a afirmar que isso interfere bastante no seu desempenho e bons resultados.

Razões: Medo do fracasso, medo do sucesso, perfeccionismo, falta de autoconfiança, depressão, estar desorganizado, planificação e gestão de tempo deficientes, ficar frustrado e desmotivado com facilidade…

Se sente que se desmotiva facilmente a estudar, uma boa aproximação será começar as horas de estudo com as disciplinas ou temas mais difíceis ou menos agradáveis para si. Assim, memorizará melhor uma vez que está mais ‘fresco’ e também ficará mais motivado à medida que retirar as tarefas mais complicadas do seu caminho.

 

DEVE!

Estude num local onde as distrações sejam menores. Se ao estudar em casa se sente tentado a ligar a televisão ou a dar um saltinho à cozinha, vá antes estudar para uma biblioteca. Contudo certifique-se que faz uma pausa de cinco minutos a cada meia-hora, sobretudo quando estuda para os exames. Estudar para além de blocos de meia-hora torna-se improdutivo e ineficaz para a retenção/memorização.

 

Rever os apontamentos todos os dias. Isso ajuda-o a consolidar a matéria na memória e irá reduzir aos poucos a quantidade de tempo necessária à revisão para os exames.

 

Equilibrar os estudos com a vida social. Boa parte da vida de estudante é a vida social. Para as coisas correrem bem a nível académico, é importante ter vida social, mas, como em tudo com conta peso e medida. Incluir algum divertimento nos seus planos vai ajudá-lo a equilibrar o tempo entre amigos e as tarefas. MAS planeie a sua vida social em função dos estudos e não o contrário. Destinar as noites de sexta-feira para sair dá-lhe a motivação de esperar por essa noite e transmitir-lhe a sensação de que a semana passou mais depressa. EVITE a tentação de se dedicar a demasiados clubes e atividades sobretudo no inicio do ano escolar.

gestão de tempo e a vida social

 

 

Liliana Pena – Psicóloga, psicoterapeuta e supervisora clínica da WeCareOn