De certeza que já precisou de uma ideia criativa e esta não surge. Infelizmente, a inspiração não é corporativa. Se precisa de ter uma ideia e não tem tempo para se encher de inspiração, levante-se e caminhe.

 

De acordo com o neurocientista Andrew Tate, caminhar faz com que o cérebro esteja em contacto com várias situações, o que ajudará na geração de ideias. Além disso,ao caminhar a circulação sanguínea aumenta, estimulando-o à inspiração.

 

Um simples passeio pode ajudar a despertar a parte criativa do seu cérebro. Em vez de ficar sentado à espera de alcançar o próximo “acender da lâmpada”, coloque a cabeça fora da janela durante 5 minutos. E irá reparar que com o aumento da circulação sanguínea, a criatividade fluí.

 

Ainda de acordo com o neurocientista, ficar “preso à secretária” é melhor para um trabalho focado. Em que a solução dos problemas tem uma única resposta.

 

Contudo ,se precisa que o seu cérebro pense de modo criativo, e este não quer cooperar, caminhar irá quebrar as suas rotinas. E ajudará a contribuir para uma ideia brilhante.

 

Nada disto é garantido, mas é melhor do que estar parado, a fixar durante horas o monitor do seu computador.

 

Veja aqui o artigo sobre Resiliência