Hoje em dia já se ouve falar em Mindfulness. No entanto, na nossa sociedade, ainda não há um conhecimento geral do seu significado e muito menos da sua prática.

 

O que é que significa Mindfulness?

 

Mindfulness é a nossa capacidade de prestar atenção, de forma intencional, ao que está a acontecer, sem julgar, um momento de cada vez. A parte do “não julgar” é onde reside o maior desafio pois estamos todos muito habituados a fazê-lo constantemente. Quer seja de forma consciente, quer seja de forma inconsciente. A indicação de que esta Atenção Plena pode ser exercitada “um momento de cada vez” dá-nos uma certa esperança e a sensação de se tratar de um processo gradual, que se vai concretizando passo a passo.

 

descobrir se o mindfulness é para mim

 

A verdade é que, com o treino regular de Mindfulness, predispomo-nos a aprender a fazer algo muito importante. Aprendemos a permanecer estáveis perante as diferentes situações da vida, sem nos deixarmos dominar por elas. Tipicamente lembramo-nos logo das situações mais difíceis em que ter esta capacidade parece ser algo muito benéfico. Mas também quando estamos a viver situações de maior euforia, tal nos pode ser bastante útil.

Pessoalmente e enquanto profissional da área do desenvolvimento pessoal – Coach e Mediadora de Conflitos – aprender a praticar Mindfulness e a ter mais autodomínio sobre a forma como agimos perante as situações da vida, faz todo o sentido. Não quero com isso dizer que devemos passar a  ser “controladores” ou que podemos deixar de ter emoções fortes.

 

Apenas que devemos aprender a elevar o nosso nível de consciência, a observar e a dominar melhor a forma como agimos perante as situações.

 

 

Quando as pessoas recorrem aos meus serviços é porque estão a viver algum tipo de conflito, seja intrapessoal, seja interpessoal. Em qualquer dos casos, estão bastante agitadas porque se deixaram dominar pelas situações e pelas emoções associadas ao passado, criando stress e ansiedade no momento presente e relativamente ao futuro. O trabalho que desenvolvo com elas passa também por trazer mais autoconhecimento e consciência às suas vidas. Acredito que se mais pessoas praticassem Mindfulness teríamos uma sociedade mais pacífica pois apesar do conflito ser por vezes inevitável, a sua escalada seria claramente minimizada.

Acredito que o propósito da vida é lembrar e viver de acordo com o nosso estado interior de Paz e Bem-Estar. Valores como o Amor e a Harmonia devem orientar o nosso dia-a-dia. No meu caso, apoio-me na prática de Mindfulness e outras técnicas de autoconsciência e desenvolvimento pessoal para fazer o meu caminho, sabendo que por vezes a “ausência de julgamento” e a “presença autêntica, no aqui e agora” podem ser desafiantes.

Mindfulness é uma prática universal de Atenção e Consciência que existe há milhares de anos. Refere-se a uma qualidade de presença – Presença Autêntica – que é inata a todos os seres humanos e que portanto não se limita a esta ou àquela cultura, tradição ou país.

Será que é para mim?

Porque não?

exemplo de um treino de mindfulness

Mas atenção!

 

Mindfulness não é apenas uma moda ou uma ideia engraçada que se experimenta uma vez e já está. Não é nenhuma fórmula mágica para alcançar a felicidade e o bem-estar instantâneo. Mindfulness não é uma simples prática de meditação que se fizermos uns minutos por dia iremos sentir a diferença. Quando aqui falamos de Mindfulness, falamos de uma opção de vida. Trata-se de um modo de estar que ao longo dos anos vamos aprofundando, assim estejamos dispostos a assumir esse compromisso.

Praticar Mindfulness é simples, mas não significa que seja fácil! A verdade é que se não tentarmos, jamais conseguiremos. Mas não nos podemos iludir. Estamos a falar de assumir um compromisso sério! Para ser eficaz, a Atenção Plena requer um empenho genuíno por parte de quem espera retirar algum benefício dela.

Praticar Mindfulness diariamente implica um certo grau de firmeza e disciplina. Implica uma entrega determinada e incondicional. Ainda assim, a prática de Mindfulness assenta numa certa ligeireza e à vontade. De modo progressivo, vamos ganhando uma perceção mais clara.

Mindfulness não é a única forma de aquietar a mente e parar “o piloto automático”. Mindfulness não é a correção para a mente errante nem o antídoto para o ego que acompanha cada ser humano. Mindfulness é um processo contínuo que nos permite trabalhar a nossa capacidade de auto-observação e interiorização de uma atitude de Calma, Atenção, Responsabilidade e Aceitação, sem alimentar a tendência para rejeitar ou se apegar às coisas, rotulando-as de “boas” ou “más”.

Será que é para mim? Sim, é para todos os que quiserem assumir esse compromisso de desenvolvimento pessoal para consigo próprios.

 

 

Tem mais questões sobre Mindfulness? 

 

Envie as suas duvidas na minha página    

Katian Caria

 

Katian Caria – Coach @ WeCareOn