Sonhos Eróticos – O que a psicologia tem a dizer sobre eles

 

 

Este artigo aborda um tema que sempre foi rodeado de algum mistério e polémica, tendo sido amplamente estudado por Sigmund Freud e toda a corrente psicanalítica que lhe deu mais destaque.

Permite-nos assim obter algumas conclusões atuais de estudos científicos e opiniões de psicólogos clínicos.

 

Artigo escolhido pelo psicólogo da WeCareOn – Hélio Borges

 

 

Um sonho erótico pode ser uma faca de dois gumes: ora traz prazer, ora traz preocupação. Será que é por termos um sonho íntimo com alguém que estamos fisicamente interessados nessa pessoa?

 

É durante a fase REM do sono (conhecida por ser aquela em que ocorrem os sonhos mais intensos e, por isso, se dá um movimento rápido dos olhos) que os sonhos eróticos acontecem. São comuns tanto nos homens como nas mulheres e ora podem ser um momento de prazer, como dar origem a uma grande preocupação. No caso das mulheres, é nesta fase do sono (também chamada de ‘movimento rápido dos olhos’) que acontece uma maior excitação sexual, dando-se aquilo a que a ciência chama orgasmos do sono. Contudo, os sonhos eróticos não são apenas um sinal de desejo, podem revelar muito sobre uma pessoa, mas são mesmo um sinal de que existe atração?

Não necessariamente.

 

O tipo de sonho erótico (se com ou sem sexo, se mais ou menos intenso, se com ou sem o companheiro, etc.) depende da personalidade de cada pessoa, porém, cada tipo de sonho – e de protagonistas – tem um significado muito próprio, como explica o Buena Vida depois de reunir tudo o que o que já se descobriu sobre este tipo de sonho.

 

Sonhar com o/a ex-companheiro/a não quer dizer que se tenha vontade de reatar a relação, pelo contrário, pode ser um sinal de necessidade de mudança, de que é preciso “dar sabor à nossa vida amorosa e sexual”, como diz a psicóloga Ainhoa Plata.

 

Já quando o sonho erótico é com um membro de família, o mais certo é que seja um sinal de que olhamos para tal pessoa como alguém com poder em nós, alguém que nos é superior e a quem queremos entregar as nossas responsabilidades. Contudo, este é o sonho erótico que mais causa inquietação às pessoas e que mais interfere com o seu bem-estar.

 

Diz a especialista em sono Lauri Loewenberg que sonhar com o facto de se ser infiel não quer dizer que se queira dar uma facadinha na relação. Tal é apenas um sinal do nosso inconsciente de que nos sentimos culpados por não estar a dar o devido valor à cara-metade. E quando sonhamos com alguém que não achamos atraente? “O mais provável é que queiramos incorporar algumas das suas caraterísticas à nossa própria personalidade”, diz a especialista, citada pelo Buena Vida. E por falar em caraterísticas, esse é o aspeto que está por trás dos sonhos eróticos com pessoas desconhecidas, que são nada mais, nada menos do que aquilo que quem sonha idealiza como perfeito. De acordo com Lauri Loewenberg, sonhar com um superior indica uma necessidade em crescer profissionalmente, ganhando novas responsabilidades e um maior e mais importante estatuto. No que toca a orgias, uma tendência entre as pessoas que têm sonhos eróticos, tal pode dever-se à vontade de experimentar algo novo ou quebrar regras, mas pode ser ainda um sinal de que se procura várias caraterísticas próprias em diversas pessoas, criando um todo que seria o ideal, diz a psicóloga Ainhoa Plata.

 

Fonte: Daniela Costa Teixeira – Noticias ao Minuto (27/09/16)
Comentado por

Hélio Borges – Psicólogo @ WeCareOn