Os historiadores e arqueólogos acreditam que o tabaco começou a ser cultivado no ano 5000 a.c. Quando os primeiros colonizadores chegaram à américa o hábito já se tinha espalhado. Os companheiros de Cristóvão Colombo viram os índios fumarem pela primeira vez.

 O tabaco para fumar contém três perigosos produtos químicos: alcatrão, nicotina e monóxido de carbono.

Segundo o Institute for Health Metrics and Evaluation (IHME) de acordo com as últimas estimativas, em 2019 em Portugal morreram mais de 13 500 pessoas por doenças atribuíveis ao tabaco (dados do sistema nacional de saúde português).

 

  • Porque fumam as pessoas?

Muitas vezes o início pode ser devido a coisas tão simples como para me sentir mais adulto, para me dar com determinado grupo de pessoas, isto de uma forma mais superficial. Mas na realidade, o tabaco é uma substância nociva, tóxica, algo para o qual hoje em dia há já muitos estudos e provas dadas que são impossíveis de refutar. Isto é um facto e uma realidade.

O tabagismo é uma adição, na medida em que o consumo regular de nicotina leva ao desenvolvimento de tolerância e a sua cessação abrupta conduz a sintomas de abstinência tais como irritabilidade, ansiedade, tristeza, frustração, insónia, dificuldade de concentração, impaciência, aumento do apetite e do peso entre outros. Estes sintomas aparecem ao fim de algumas horas e persistem por semanas ou meses, no entanto ao fim de 3 semanas diminui a sua intensidade. O desejo compulsivo de fumar pode persistir durante meses.

Na adição ao tabaco, o indivíduo apresenta uma dependência psicológica e física associada ao ritual de fumar como também aquilo que a nicotina proporciona.

Como funciona a nicotina no nosso cérebro? Seja em tabaco normal, de enrolar, tabaco aquecido ou cigarros eletrônicos, esta produz efeitos estimulantes no sistema nervoso central mas quando existe privação da substância existe uma manifestação depressora no sistema nervoso central. A nicotina estimula a produção de dopamina que atua nos centros de prazer do cérebro, sem ela o cérebro do indivíduo recebe menos dopamina, para compensar o organismo produz mais noradrenalina por isso quando alguém quer deixar de fumar fica mais ansioso, irritado ou irrequieto.

Resumindo, a nicotina tem um impacto direto no sistema nervoso central, periférico e vegetativo e cria uma falsa sensação de bem-estar enquanto se fumam substâncias tóxicas, semelhantes a veneno.

 

  • O que contém um cigarro?

Nicotina, Cianeto, Formaldeído, Alcatrão, Butano, Amônia, Acetona, Monóxido de Carbono, DDT, Cloridrato de vinil, Arsénio, Metopreno e Ácido sulfúrico.

 

Pões isto tudo no teu corpo?

 

  • Consequências biológicas/físicas do tabaco:

Cancro na boca e faringe, laringe e traqueia, pâncreas, bexiga e rins. No estômago e esófago cancro e úlceras, no cérebro avc, no coração problemas vasculares e enfarte de miocárdio, no pulmão cancro, bronquite e enfisema, nos ossos osteoporose, nos vasos sanguíneos periféricos arterite, nos testículos infertilidade e impotência, perturbações ginecológicas, infertilidade, aborto espontâneo, menopausa precoce, cancro do colo do útero.

Hoje dia todos sabem disto, os próprios maços de cigarros trazem muitas vezes alguma desta informação numa tentativa de dissuadir o consumo. Também temos assistido a uma novidade nesta indústria, o tabaco aquecido, tabaco eletrônico. A indústria tabaqueira procura hoje dia passar uma nova imagem para o seu público alvo favorito, os jovens, com um produto elegante, cheio de cores e sabores exóticos e extravagantes. Os cigarros aquecidos contêm igualmente nicotina e outros aditivos e são aromatizados, não há evidências que demonstrem que são menos prejudiciais que os cigarros convencionais, além de que o comportamento é semelhante ao de um fumador convencional. Segundo o site Europeanlung, foram encontrados mais de vinte químicos prejudiciais em produtos de tabaco aquecido, além de que as toxinas encontradas no vapor podem provocar cancro.

 

Liberdade vs condicionamento: Para além destas consequências físicas já por si devastadoras, existe a dependência psicológica o que resulta numa falta de liberdade: “tenho que fumar, tenho que ir comprar, tenho que ter dinheiro para comprar”, tenho que…

Não ter uma adição é sentir-se livre, livre da necessidade de comprar algo ou consumir algo.

Mas, alguma vez paraste para pensar não tanto porque é que começaste uma vez pois podes já não te lembrar mas porque é que fumas? Não tanto porque é que tens um cérebro adito, porque para isso não existe uma resposta clara, pode ser devido à genética que herdaste, pelo contexto, por questões individuais numa amálgama que não se sabe muitas vezes o que pesou mais para isso ter acontecido. Mas porque é que fumas?

Ou melhor dizendo,

 

  • O que é que o tabaco pode estar a substituir?

Uma adição é sempre um excesso de alguma coisa, excesso de substâncias, de álcool, compras, sexo, comida, exercício físico ou até trabalho….se eu preciso de mais e mais (seja do que for) é porque posso por um lado sentir que me falta algo…mesmo que seja inconsciente, eu sinto essa falta, pode ser um vazio emocional (que nunca é vazio mas sim muitas emoções que não conseguimos identificar de uma vez) por outro posso estar a modelar o comportamento de alguém (por exemplo alguém da minha família que eu admiro ou alguém de quem eu sinto falta, o pai que sempre fumou ou  mãe que fumava às escondidas (exemplos), ou poso fumar porque me traz algum tipo de sensação e prazer…

Podes fazer uma reflexão para ti mesmo, o que está o tabaco a substituir na tua vida?

Seja aquilo que for, podes, hoje, com outra consciência libertar-te disso, podes mudar, e sim vais ter que dar o passo, pode ser desconfortável, podes ter dificuldade em seguir sugestões, podes continuar a procrastinar, mas também podes: Mudar!

Ao tornares-te um não fumador, pode ser útil saber o que te espera, o que vais sentir:

Intranquilidade ou excitação; aumento da tosse e expetoração, depressão, irritabilidade, impaciência, má disposição, ansiedade, agressividade, dificuldade de concentração, aumento do apetite e do peso, diminuição da frequência cardíaca, azia. Isto vai acontecer porque vai voltar ao seu estado de não fumador, no fundo vais passar por uma desintoxicação e o teu corpo vai-te agradecer!

 

  • Quais são os benefícios ao deixar de fumar?

Após 2 horas – não há mais nicotina no sangue

Após 6 horas – a frequência cardíaca e a pressão arterial diminuem

Após 12 a 24 horas – não há mais monóxido de carbono

Após 2 dias – melhoria do olfato e do paladar

Após alguns dias – os brônquios começam a funcionar melhor e a limpar os resíduos deixados pelo fumo nas vias respiratórias

Após 2 meses há melhorias no condicionamento físico

Após 1 ano – os riscos do infarto do miocárdio e morte por ataque cardíaco diminuem metade

Dentes – menos amarelados, pele com menos rugas, temperatura das extremidades no corpo aumenta 3 graus, pulmões mais limpos, batimento cardíaco normaliza, paladar mais apurado, desobstrução geral, melhora a qualidade da voz.

Pode começar a poupar dinheiro para a sua viagem de sonho, um computador novo, começar a fazer exercício físico ou inscrever-se na dança… afinal de contas um maço de tabaco atualmente ainda representa algum valor monetário.

O que fazer? Beber mais água, exercício físico, melhore a alimentação!

 

 

  • E se eu sentir muita ansiedade e não conseguir controlar?

 

Experimenta ter uma proximidade maior com alguém que te pode ajudar neste momento, um amigo/a, companheiro, animal de estimação.

 

Experimenta começar a meditar, enfrentar a ansiedade em vez de fugir dela, entrares dentro do teu próprio silêncio e observar o que surge.

 

Faz mais aquilo que amas: cantar, dançar, desenhar, pintar, cozinhar, correr, caminhar. Hoje em dia tudo está tão acessível que basta querermos (sem qualquer necessidade de um ginásio ou uma estrutura formal)

 

Pedir ajuda a um profissional

 

 

  • Métodos para deixar de fumar:

 

Paragem imediata – Marcas uma data e comprometes-te a partir desse dia a não fumar mais cigarros. É bom teres alguém com quem conversar, pedir ajuda, apoio, suporte.

O agora ex fumador pode ter em mente que os sintomas de abstinência mais intensos desaparecem gradualmente em cerca de 2 semanas.

Redução de cigarros – Diminuis gradualmente o número de cigarros que fumas. Exemplo: se fumares 30 cigarros por dia, fumas 30 no primeiro dia, 25 no segundo dia, 20 no terceiro dia para ao fim de sete dias já não fumares mais.

Retardar o consumo – Vais atrasar gradualmente a hora do primeiro cigarro. Se começas a fumar às 09, atrasa para as 11h num dia. No dia seguinte atrasas para as 13h por forma a que no sétimo dia deixes de fumar.

O mais importante é seres fiel a si próprio e ao teu compromisso para contigo próprio, de seres mais saudável e de manteres a tua vontade em deixar de fumar.

Existem vários tratamentos que te podem auxiliar neste processo, um deles é a hipnose, um tratamento alternativo, um método natural onde é possível trabalharmos também algumas crenças centrais associadas ao ato de fumar e às dificuldades em deixar o mesmo.

Lê aqui sobre o que é a hipnose nestes artigos do nosso blog:

https://wecareon.com/blog/hipnose-clinica/

https://wecareon.com/blog/o-que-e-a-hipnose-clinica/

 

Por isso, seguindo esta sugestão da hipnose como tratamento alternativo, elaborámos este pack de cessação tabágica que inclui 5 consultas:

  • 1 consulta de psicologia com história compreensiva de consumo e teste de Fagerstrõm para avaliação da dependência à nicotina
  • 4 consultas de hipnose para deixar de fumar.

 

Este pack pretende ajudar para que estejas acompanhado nesse processo de deixar de fumar seja que tipo de tabaco for e que seja mais simples, o objetivo é que pares efetivamente de fumar e recomeces uma vida nova, livre de fumo e toxinas no seu corpo.

Os benefícios para a tua saúde física, emocional e mental são variados. Imagina poderes acordar de manhã sem teres necessidade de fumar, imagine poderes estar relaxado e tranquilo/a em casa sem teres que ir comprar tabaco, estares num restaurante sem ter que ires para a rua fumar, imagina o dinheiro que vais poupar e claro como o teu corpo vai agradecer:

Aquela caminhada vai ser mais fácil, eventualmente tornas-te um adepto da corrida ou do cross fit, subir as escadas é natural e fácil, uau podes respirar fundo e é tão bom a quantidade de oxigénio que recebes, a comida tem outro sabor mais agradável, até o teu olfato se tornou mais apurado, deixas de tossir e já não te dói o peito.

Começa já este novo processo na tua vida, cuida de ti e da tua saúde física, mental e emocional, liberta-te do fumo e vive uma vida mais plena, mais saudável.

 

Vale a pena, espero por ti!

Cátia Raposo

Cátia Raposo– Psicóloga na WeCareOn

 

Leituras

  • Programa nacional sobre a prevenção e controlo do tabagismo:

https://www.dgs.pt/portal-da-estatistica-da-saude/diretorio-de-informacao/diretorio-de-informacao/por-serie-1133746-pdf.aspx?v=%3D%3DDwAAAB%2BLCAAAAAAABAArySzItzVUy81MsTU1MDAFAHzFEfkPAAAA

 

  • Prevenção do tabagismo e estatísticas:

https://www.sns.gov.pt/noticias/2019/11/19/prevencao-e-controlo-do-tabagismo-2/

 

  • Sociedade portuguesa de pneumologia:

https://www.sppneumologia.pt/doentes/tabagismo

 

 

Mais informação:

https://europeanlung.org/pt-pt/information-hub/factsheets/cigarros-eletronicos-produtos-de-tabaco-aquecido-e-sem-fumo/

https://rr.sapo.pt/noticia/pais/2021/06/25/tabaco-contribuiu-para-a-morte-de-mais-de-13-mil-pessoas-em-2019-em-portugal/243849/