Uma breve explicação sobre o sonho

 

    Freud, o pai da psicanálise, considerava os sonhos como uma manifestação dos nossos desejos e ansiedades, estando estes muitas vezes ligados a memórias da infância que reprimimos. Assim, para a psicanálise, os sonhos que temos têm um significado que está diretamente relacionado ao nosso inconsciente.

    Os sonhos são mais frequentes e vívidos durante a fase REM (Rapid Eye Movement), ou seja, quando os olhos se movimentam rapidamente, ainda que fechados. A fase REM acontece várias vezes na mesma noite e a sua duração aumenta conforme as horas de sono aumentam, sendo que pode ir de 5 minutos para 30. Pessoas que dormem uma média de 8 horas por noite podem passar até 2 horas a sonhar. Em algumas noites, os sonhos que temos podem representar mais de duas horas do nosso sono e, em média, um ser humano tem entre 4 e 7 sonhos diferentes numa só noite, sendo que 95% destes são incompreensíveis e não nos lembramos do seu conteúdo ao acordar.

    No ano de 1977, J. Allan Hobson e Robert McCarley trouxeram a teoria da ativação-síntese, onde classificavam os sonhos como uma consequência fisiológica natural do cérebro. No livro The Twenty-four Hour Mind a neurocientista Rosalind Cartwright faz uma conexão entre as emoções e o sonho, dizendo que que “os sonhos são projetados para nos ajudar a manter a nossa identidade”. Ainda que muitos defendam a premissa de que todos os sonhos têm significado e que o maior desafio está em interpretar o sonho, e ainda que existam temas mais frequentes e os significados dos sonhos sejam únicos e diferentes de pessoa para pessoa, Richard Barrett acredita que nem todos os sonhos têm significado, sendo um processo assimbólico e trivial.

 

Então e o que significa um sonho erótico com um familiar?

    Este é um dos sonhos mais comuns, ainda que poucos o admitam. É importante ter em mente que os sonhos são imagens produzidas pelo inconsciente que utilizam uma parte da consciência. Ou seja, o papel dos sonhos é, de forma simbólica, darem-nos recursos para que nos possamos entender melhor. O psiquiatra Carlos Eduardo Carrion, especializado em sexualidade, diz que “no sonho, nada é como parece ser. A mente utiliza muitos símbolos, toma uma parte pelo todo e o todo pela parte, inverte sentimentos e desejos”.

    Este sonho pode ter diversos significados e, na maior parte das vezes, este significado não está diretamente relacionado com sexo. Leia abaixo alguns dos significados:

– Para darmos um significado ao sonho é preciso refletir sobre o papel que esse familiar tem para si. Por exemplo, se formos pensar na mãe como figura de cuidado e de proteção e o sonho for com esta figura maternal, talvez o seu sonho seja uma reflexão da sua necessidade de ser cuidado ou de cuidar. Com o pai, uma figura a priori mais encarado como de limites e regras, o sonho pode significar a sua procura por limites na sua vida;

– Existe nessa pessoa uma característica que o fascina ou até mesmo que gostaria de ter em si;

– Pode representar a vontade de se ligar mais profundamente a essa pessoa. Talvez seja importante reavaliar a sua relação com o protagonista do sonho e refletir sobre o que está a sentir. Estarão numa fase menos boa? De conflitos?

 

    Concluindo, o que significa um sonho erótico com um familiar? Sonhos sexuais são uma forma que a nossa mente utiliza para aliviar a ansiedade e as tensões com as quais nos deparamos no dia a dia. Não devemos levar os nossos sonhos à letra, mas é importante refletir sobre eles e procurar entender que significado estes podem ter na nossa vida de forma a entendermos que questões sobre nós próprios e as nossas relações podemos trabalhar e melhorar.

 

Se precisas de ajuda, conta comigo!

 

Estou aqui para ti

 

Bárbara Teixeira– Psicóloga na WeCareOn

 

Referências:

Sonhos Eróticos – O que a psicologia tem a dizer

https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/404566/o-que-revelam-os-sonhos-eroticos

https://www.scielo.br/j/rprs/a/BqyRYJPBCVrCwmSnY5JcMHj/?lang=pt