Chegámos a Setembro e por isso, para muitos é sinónimo de regresso ao trabalho, à rotina e à correria. Voltar à rotina diária não significa perder a paz de espírito e equilíbrio que conseguiu alcançar no período de férias, nem tão pouco ao caos dos horários e afazeres.

 

Esta é uma altura em que muitas pessoas tentam definir novas metas e/ou implementar novas regras e formas de organização a nível pessoal, profissional e familiar cujo objectivo é o de manter o equilíbrio que se precisa para se sentir bem.

 

Esta é a altura certa para se experimentar e implementar novas abordagens e abandonar pensamentos recorrentes como “isto não vai correr bem”, “não vai resultar” e/ou “agora férias só para o ano” que de alguma forma o/a limitam. Temos agora a oportunidade de fazer diferente, especialmente no que toca ao trabalho e à forma como encaramos, relativizando algumas situações que nos provocam desconforto e mau estar.

 

 

Talvez possa investir numa mudança de perspectiva e recorrer à psicologia positiva para encontrar novas respostas a desafios antigos. Mas atenção, com psicologia positiva não se quer dizer estar sempre bem e esconder tristezas e/ou emoções menos positivas. Ser positivo, significa saber reconhecer quais as suas capacidades, ser grato pelo que tem e consegue no seu dia a dia e acima de tudo. Significa ter ferramentas que lhe permita dar a volta e enfrentar situações desafiantes. Veja como ter um melhor regresso ao trabalho.

 

 

Dicas para o regresso ao trabalho

Reconhecer os desafios

 

Em primeiro lugar faça um balanço do que correu bem e menos bem antes de ter ido de férias, bem como, acerca daquilo que conseguiu conquistar no tempo que teve para si e/ou para a família.

O que a/o fez sentir-se bem?

Como recuperou o seu equilíbrio?

O que fez que contribuiu para a sua paz de espirito?

Depois, tente perceber o que pode melhorar e/ou acrescentar na sua rotina diária de forma a conquistar o equilíbrio entre stress profissional/diário e bem estar.

 

Altere comportamentos, adicione bem estar

Encare o regresso ao trabalho e à rotina como uma oportunidade de mudança, de fazer diferente. Tente compreender quais os comportamentos menos saudáveis e que por isso, podem e/ou devem ser modificados. O que pode fazer diferente? O que pode fazer para se sentir bem? O que precisa de ter na sua vida que contribua para o seu equilíbrio e bem estar emocional?

 

Aproveite os tempos livres

 

Aproveite as horas fora do trabalho para cuidar de si. Tirar tempo de qualidade para nós é fundamental para o nosso equilíbrio emocional e para nos sentirmos bem. Sei que provavelmente estará a pensar que não tem tempo, mas a verdade é que se, se organizar melhor terá tempo. Aproveite os fins-de-semana para descontrair e/ou fazer algo de que goste, seja passar tempo em família, mimar-se e/ou fazer uma escapadinha revitalizante.

 

Organize-se. Defina as suas prioridades

 

Sugiro que faça uma lista com tudo aquilo que tem pendente na sua vida, com as coisas que tem para fazer. Depois observe aquilo que escreveu e pense quais são as tarefas que tem andado a adiar e a forma de as concluir, para que ocupem menos espaço. Provavelmente encontrará tarefas que não dependem exclusivamente de si para estarem concluídas.

 

Normalmente são essas as tarefas que nos ocupam mais espaço e que, muitas vezes contribuem para o aumento dos níveis de ansiedade. Se esse for o seu caso, então talvez seja altura de redefinir novas prioridades, relativizando coisas que não dependem só de si.

 

Desligue-se

 

Muitas vezes, devido ao excesso de trabalho não conseguimos desligar. Há quem leve trabalho para casa, quem não consiga estabelecer horários e/ou separar o espaço profissional do pessoal. Ainda que o trabalho seja muito, que existam assuntos urgentes que precisam de ser resolvidos, é importante que aprenda e separe estas duas áreas. O nosso espaço pessoal (casa) deve ser um espaço seguro e que nos transmita calma pelo que, temos de saber largar o trabalho permitindo-nos desligar de telefonemas e/ou emails.

 

Exercício Físico | Hobbies

 

Este é um aspecto ao qual dou especial importância e que, recomendo a grande parte dos pacientes que me procuram. Acho fundamental que todos tenhamos tempo e espaço para fazer algo que gostemos e que nos faça sentir bem. O exercício físico funciona como um antidepressivo e relaxante natural, na medida em que, quando fazemos algo que gostemos produzimos serotonina (hormona responsável pela sensação de prazer, bem estar e felicidade) bem como, nos ajuda a libertar stress no trabalho e tensão acumulada.

 

Tome uma atitude

 

Seja responsável pelo seu bem estar!

 

Muitas vezes apoiamo-nos em desculpas para não fazermos nada por nós. “Não tenho tempo”; “O trabalho não me permite”; “Tenho muita coisa para gerir na minha vida” e/ou “Gostava muito mas não tenho dinheiro” são frases que ouço recorrentemente. Obviamente que nem sempre podemos fazer tudo quanto gostaríamos, mas, podemos sempre fazer qualquer coisa basta que tenhamos disponibilidade e por vezes, força de vontade.

 

Seja o responsável pela sua vida, tome uma atitude.

 

Raquel Ferreira – Psicóloga  @WeCareOn